Certamente você conhece marcas gigantes como "Youtube" e "Netflix". Esses grandes players trabalham exatamente com essa tecnologia que, por sinal, está cada vez mais crescente, não só no Brasil, mas no mundo.

Acredite, em um futuro próximo não haverá mais a TV tradicional. A tecnologia de Streaming estará presente em todos os lares levando ainda mais interatividade às pessoas. Entre nesse mundo você também!

Quer aprender a desenvolver seus próprios conteúdos de streaming?

A Netflix pode ser uma bolha e estar com os dias contados. Divida já é 36 vezes todo o seu faturamento

[agg-ad id=”2347″ align=”center”]

As empresas estão gastando bilhões de dólares para nos manter entretidos. A AT & T concordou em comprar a Time Warner Inc. por US $ 85 bilhões, para que a empresa de telefonia possa ser a proprietária da companhia responsável pelo “Game of Thrones” e pelos filmes do Batman.

A Netflix Inc. e Amazon.com Inc. estão drenando seu dinheiro para fazer ou alugar mais séries para seus serviços de streaming. E as redes tradicionais de transmissão e TV a cabo estão correndo para acompanhar.

Este surto de programação é maravilhoso para os espectadores, mas não se enganem: é uma bolha. E as bolhas tendem a acabar mal.

[agg-ad id=”2350″ align=”center”]

A indústria de TV fará um número recorde de séries em 2017, já que os serviços de streaming Netflix, Amazon e Hulu impulsionam uma onda de produção que está criando um excesso de oferta, disse o veterano executivo da Fox, John Landgraf, durante sua apresentação semestral para críticos.
Em 2017 serāo feitos 500 programas de roteiro originais por essas redes, quase 20% mais do que os 419 produzidos em 2015, e mais do que o dobro de 2010 com 216 séries lançadas, de acordo com Landgraf, diretor executivo da FX Networks, da 21st Century Fox Inc.
A escalada na produção representa um perigo para as redes de televisão e para as empresas de mídia que as possuem, alertou Landgraf. Ao produzir mais programação do que os telespectadores podem assistir, as redes estão perdendo dinheiro e essa conta um dia terá que ser paga.

 “Estamos aumentando a quantidade de excesso de oferta, e esse balão acabará por se esvaziar”, disse Landgraf. “Eu continuo a acreditar que há uma maior oferta de TV do que pode ser produzido de forma rentável.”
O Alerta veio do conceituado canal Bloomberg do último dia 31 de outubro e realmente é preocupante já que desde Agosto, Landgraf o CEO da FX vem alertando para os riscos da chamada bolha.A Netflix por exemplo vive lançando filmes e séries novas em seu catálogo, recentemente divulgamos que só na netflix Brasil possuímos 3.134 filmes e 662 séries no catalogo. Boa parte delas são produções próprias: escritas, dirigidas e gravadas por eles mesmos, como os ótimos House of Cards, Narcos ou Stranger Thing, também divulgamos aqui que nós próximos meses serāo exibidas 166 produções exclusivas da netflix.

Apenas a Netflix deve gastar no ano que vem US$ 6 bilhões para bancar suas produções – quase o dobro do que investiu em 2014. Até aí tudo bem, você pode pensar – uma empresa precisa investir para se manter em pé. O que pouca gente sabe é o tamanho das dívidas do serviço de streaming. A Netflix deve US$ 14,3 bilhões de dólares – um valor 36 vezes maior do que todo o dinheiro que ela já faturou desde que botou suas ações no mercado, em 2002. Ou seja, a conta está longe de fechar. Mesmo a Amazon lucrou no ano passado US$ 596 milhões (depois de ter perdido US$ 241 milhões em 2014), um resultado não muito impressionante para uma empresa com uma receita de US$ 107 bilhões. Dados da bolsa de valores da empresa podem ser conferidos aqui
Assim, não é de se estranhar que a boiada dos seriados bons e quase-de-graça (os pacotes da Netflix custam a partir de R$19,90 ao mês, enquanto que a Amazon cobra US$11 aos seus assinantes americanos) esteja com os dias contados. Alguma hora, essa bolha pode estourar.

A Netflix (NASDAQ:NFLXNews) é o principal serviço de TV por Internet, com mais de 81 milhões de assinantes em mais de 190 países assistindo a mais de 125 milhões de horas de filmes e séries por mês, incluindo séries originais, documentários e filmes.

IPTV - A TV DO FUTURO

IPTV - A TV DO FUTURO

Certamente você conhece marcas gigantes como "Youtube" e "Netflix". Esses grandes players trabalham exatamente com essa tecnologia que, por sinal, está cada vez mais crescente, não só no Brasil, mas no mundo.

Acredite, em um futuro próximo não haverá mais a TV tradicional. A tecnologia de Streaming estará presente em todos os lares levando ainda mais interatividade às pessoas. Entre nesse mundo você também!

Quer aprender a desenvolver seus próprios conteúdos de streaming?

 
Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.